Pular para o conteúdo principal

Postagens

13 MOTIVOS

As circunstâncias podem fazer com que os sentimentos sejam abalados e confundidos. Por isso, vale sempre lembrar qual é a verdade que Deus tem a respeito de nós.  Nesse Setembro Amarelo, vamos lembrar de valorizar a vida. Uma série americana com nome de 13 reasons why (Os 13 porquês) conta a história de uma menina que se suicidou e deixou fitas com 13 motivos justificando sua atitude. Porém, aqui, nós queremos dar 13 razões que falam a verdade sobre nós.  E, claro, existem muito mais motivos para viver a vida que Deus deu a você.  01. Você não está sozinho (Salmos 23.4)  02. Você tem valor (1 Pedro 2.9)  03. Deus se importa com as suas lágrimas (Apocalipse 21.4)  04. Você pode encontrar ajuda (Salmos 46.1)  05. A sua vida tem um propósito (Jeremias 29.11)  06. O que você está passando é temporário (2 Coríntios 4.16-18)  07. Há um bom caminho a seguir, mesmo quando a vida é difícil (1 Coríntios 10.13)  08. Você é mais do que sua aparência exterior (1 Samuel 16.7)  09. Você não pode imag

Traumas emocionais

  Por David A. Seamands  Quem visita o Estado da Califórnia pode ver as belas Sequoias gigantes. Na maioria dos parques, existem naturalistas que mostram aos interessados um corte dessa grande árvore, explicando que os anéis dela revelam a história de seu desenvolvimento, a cada ano.  Há por exemplo um anel que representa um ano em que houve terrível seca. Há também outros dois anéis que falam de um ano que choveu demasiadamente. Ali há um ponto em que a árvore foi atingida por um raio. Aqui alguns anéis que revelam um desenvolvimento normal. Um outro anel mostra um incêndio florestal que quase destruiu a árvore; outro mais revela um ataque da ferrugem e de outras doenças.  E tudo isso está gravado no tronco da árvore, como se fosse uma autobiografia de seu desenvolvimento. Assim acontece também conosco. Alguns "centímetros" abaixo da casca protetora, da máscara dissimuladora, acham-se registrados os anéis de nossa vida. Ali estão as cicatrizes de mágoas antigas, dolorosas

Família: O projeto principal de Deus

"Formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, do lado oriental; e pôs ali o homem que tinha formado.Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.  E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.  Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”.  Na verdade, até mesmo a Trindade estava presente na criação de todas as coisas, inclusive a do homem. O Pai, o Filho e o Espírito Santo deram a sua contribuição para que a sua obra fosse de fato, a imagem e semelhança de Deus.  Ao projetar o primeiro homem do pó da terra e soprando-lhe o em suas n

Ter ou Ser? Eis a questão? Filipenses 4:11-13

“Porque já aprendi a contentar-me com o que tenho”  Paulo expressa uma verdade fundamental em sua vida, ele sabia viver a sua realidade, ou seja, ele conseguia ser feliz apesar do que acontecia na sua vida. É interessante observar essa verdade, já que em sua maior parte, as igrejas evidenciam que para ter uma vida feliz é preciso ter e não ser. Não basta ser alguém do Reino de Deus, é necessário apresentar as possessões deste Reino em suas vidas para ser uma pessoa abençoada por Deus. Quando falo de Reino de Deus, não estou me referindo a igreja Reino de Deus do Edir Macedo, mas ao Reino de Cristo. Jesus disse que o Reino de Deus não vem com aparência exterior, ao contrário do que muitos afirmam, e Paulo tinha consciência disso. É interessante notar que Paulo não tinha nenhum camelo zero quilometro, não tinha nenhuma indústria de tendas, apesar dele se sustentar com a fabricação de tendas na sua jornada evangelística.  Ao lermos o novo testamento nã

Autocontrole

É característica, aparentemente comum, dos homens e mulheres de hoje sentirem-se deprimidos por não conseguirem cumprir tarefas e projetos no vencimento estipulado, saldar débitos na data estabelecida e procrastinar a realização de seus trabalhos, ideais e desejos. A total indisciplina e a ausência de autocontrole afetam praticamente todas as áreas da vida humana. Elas se manifestam em promessas não cumpridas, lares desordenados e desorientados, ambientes de trabalho desorganizados, descontrole alimentar, falta de ponderação quanto ao tempo gasto diante de uma TV, indulgência às fantasias, vida sexual descontrolada e gastos supérfluos. Devido a importância deste conceito, volto a enfatizar que nós, como pais, devemos ser modelos e exemplos para nossos filhos. Sendo assim, é prioritário exercitarmos um severo autocontrole em nossas vidas para influenciarmos positivamente o futuro de nossos filhos. Pai, todo ensino que você puder transmitir sobre a excelência de possuir autocontr

Os dez mandamentos da criança para seus pais

Inspire-se ao ler um trecho de "Mãe de primeira viagem", livro escrito por Kevin Leman Trecho da obra “Mãe de primeira viagem: Como lidar com os desafios da maternidade – do nascimento ao primeiro ano da pré-escola ”, Kevin Leman: 1. Minhas mãos são pequenas; por favor, não esperem perfeição todas as vezes que eu arrumar a cama, fizer um desenho ou lançar uma bola. Minhas pernas são curtas; por favor, diminuam o passo para que eu possa andar com vocês. 2. Meus olhos não viram o mundo como você já viu; por favor, deixem-me explorá-lo com segurança; não me restrinjam desnecessariamente. 3. O trabalho de casa sempre estará lá. Eu serei assim pequeno por bem pouco tempo; por favor, reservem momentos para me explicar as coisas deste mundo maravilhoso, e façam isso com alegria. 4. Meus sentimentos são delicados; por favor, sejam sensíveis às minhas necessidades; não me critiquem o dia inteiro. (Vocês não gostariam de ser criticados por sua curiosidade.) Tratem

DIVÓRCIO E NOVO CASAMENTO - UM ESTUDO BÍBLICO INICIAL

Key Yuasa Introdução Recebi a visita de um homem, filho de crentes, que, estando divorciado, desejava se casar porque encontrou uma boa pessoa. Sua ex-esposa há anos deixou a casa, quando ele descobriu o fato de que ela saía com outra pessoa. Os filhos ficaram com o pai, mas eles vêem regularmente a mãe. A noiva que me foi apresentada é membro de uma igreja evangélica e deseja levar uma vida cristã em nossa igreja. O noivo não é membro, mas frequentava quando jovem a igreja e mandou, durante anos, seus filhos para a escola dominical. Desta vez, ele gostaria de poder preparar-se para o batismo para ter uma vida cristã, e, assim, regularizar sua vida familiar. Que fazer? Qual é o ensino bíblico sobre esse assunto? Encontrei dois opúsculos recentemente lançados no Brasil: Divórcio e Novo Casamento, de Tony Evans (São Paulo: Vida,1997; edição original em inglês, Chicago: Moody, 1995) e Casamento: Contrato ou Aliança?, de Craig Hill (Pompéia, SP, MMI, s/d; edição original Northglenn, C