terça-feira, 31 de agosto de 2010

“AGORA, POIS, PERMANECEM A FÉ, A ESPERANÇA E O AMOR, ESTES TRÊS: MAS O MAIOR DESTES É O AMOR.” I Coríntios 13:13

As Escrituras afirmam que Deus projetou e criou o casamento para ser algo bom. Deus usa o casamento para nos ajudar a acabar com a solidão, multiplicar nossa eficiência, construir famílias, criar filhos e nos abençoar com o relacionamento intimo (também).

Mas, além disso, o casamento também nos mostra a necessidade de crescer e de lidar com nossas próprias dificuldades e com o egocentrismo, através da ajuda de um companheiro para toda a vida. E, para aqueles que ainda estão solteiros, preste atenção nestas verdades fundamentais.

Se, somos ensináveis, iremos aprender a fazer aquilo que é mais importante no casamento - amar.

Esta poderosa união (o casamento), lhe mostra o caminho para amar incondicionalmente outra pessoa imperfeita. Isso é maravilhoso. É difícil. É uma mudança de vida.

O mundo diz para seguir o coração, mas se você não estiver governando o seu, então alguém ou alguma outra coisa estará. A Bíblia diz que “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas” (Jeremias 17:9), e ele sempre perseguirá aquilo que parece certo no momento.

Eu quero desafiar você a pensar de maneira diferente - escolher direcionar o seu coração para aquilo que será melhor ao longo do caminho. Está é a chave para relacionamentos permanentes e recompensadores.

Esse desafio não é para tentar fazer do seu cônjuge a pessoa que você quer que ele seja. Esse desafio é o de AMAR. A verdade é que o amor é uma decisão e não apenas um sentimento. Ele não busca os seus próprios interesses, é sofredor e transformador. E quando o amor é demonstrado verdadeiramente, como foi planejado para ser, o seu relacionamento tem grandes chances de mudar para melhor.

Precisamos entender que:
O AMOR é paciente: “Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros”. Efésios 4:2

O amor funciona. É o motivador mais poderoso e tem uma profundidade e um significado bem maiores do que a maioria das pessoas pensa. O amor sempre faz o que é melhor para os outros e tem o poder de nos fortalecer para enfrentar grandes problemas. O amor é constituído sobre dois pilares que melhor definem o que ele é. Esses pilares são a paciência e a bondade. Todas as outras características do amor são extensões desses dois atributos. E é aqui que começa o seu desafio, com a paciência.

Quando você decide ser paciente, você responde de maneira positiva a uma situação negativa. A Bíblia diz: “O homem paciente dá prova de grande entendimento, mas o precipitado revela insensatez”. Provérbios 14:29

A falta de paciência fará do seu lar uma zona de guerra, a prática da paciência estimulará a paz e a tranqüilidade.

A paciência lhe ajuda a dar ao seu cônjuge o direito de ser humano. A paciência entende que todos falham.

O AMOR é bondoso: “Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo”. Efésios 4:32
A bondade é o amor em ação. Se a paciência é a maneira pela qual o amor reage para minimizar uma circunstância negativa, a bondade é a maneira como o amor age para maximizar uma circunstância positiva.

A paciência evita o problema; a bondade abençoa. Uma é preventiva, a outra é ativa.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...