quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Prontos para partida?



Nenhum navio parte de seu porto sem que tenham sido retiradas as amarras e levantadas as âncoras. As amarras são cordas muito grossas que prendem os navios fortemente ao cais, impedindo que ele se afaste dali. Quando fundeado fora de um cais, as âncoras são peças de ferro muito fortes e pesadas, presas ao navio por fortes correntes e lançadas ao fundo, de modo a igualmente evitar que o navio saia dali. Sem a retirada das amarras e levantamento das âncoras, nenhum navio pode partir.

Nossa vida nesse mundo é repleta de amarras e âncoras que nos prendem fortemente a este mundo, nosso atual cais, do qual ansiamos partir, mas que não conseguiremos se, em primeiro lugar, nossas amarras e âncoras não tiverem sido retiradas. Chegamos a este mundo totalmente nus e de mãos vazias, mas é tão difícil que estejamos dispostos a partir do mesmo modo como chegamos! Durante nossa vida vamos acumulando afetos, sejam por pessoas ou coisas materiais. Como nossa partida será sem bagagem alguma desse mundo, esses afetos se tornam fortes amarras nos impedindo de partir. Do mesmo modo que nos balões, não é possível subir enquanto os sacos de areia não forem lançados fora, e nos navios, as amarras serem soltas.

As escrituras nunca nos dão conselhos tolos; pelo contrário, nos dão sempre conselhos muito sábios e vitais para nós. "Não ameis o mundo e nem as coisas que há no mundo" é um desses muitos sábios e vitais conselhos escriturais. Outro dos muitos e sábios conselhos escriturais é "juntai para vós tesouros nos céus", porque "onde estiver o teu tesouro, aí estará o vosso coração". Muitos pensam, erradamente, que a palavra "tesouros" se refere somente a dinheiro ou bens. De fato, tesouro é tudo aquilo a que damos valor, e, por darmos valor, nos apegamos. Esse apego pode ser por dinheiro, propriedades, bens diversos, mas também pode ser por mulher, filhos, parentes, amigos, trabalho, e outras incontáveis coisas típicas desse mundo. Certamente, onde estiver o nosso tesouro, aí estará o nosso coração, e onde estiver o nosso coração aí estaremos ancorados, com fortes amarras e pesadas âncoras.

O dia do retorno de JESUS CRISTO será um dia extremamente especial e maravilhoso para todos os que amam a sua vinda, os quais têm colocado seus corações nele, tendo nele somente sua razão e motivação para viver. Contudo, estão todos prontos para partir com ele somente? Ou não seria necessária uma grande bagagem para essa viagem que não permite bagagem alguma desse mundo? A expressão hebraica "Maor-na-ota", corrompida para "maranata" na maioria dos lugares e traduções, significa "Por favor, Maor, agora". Dizermos "Maor-na-ota" significa pedirmos a JESUS CRISTO que venha agora, nesse exato momento. Mas estamos prontos para partir com ele nesse exato momento? Não temos em nossas vidas nada a nos prender nesse mundo? Não temos âncoras pesadas nos segurando imóveis aqui em sua vinda?

"Aquele que amar o seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim, disse JESUS CRISTO, e aquele que amar seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim, disse também JESUS CRISTO. Sem dúvida, os vínculos familiares são algumas dessas fortes e grossas amarras a nos prender a esse mundo, não somente quanto à nossa partida com JESUS CRISTO como também em relação à própria fé em JESUS CRISTO. Muitas vezes somos forçados a nos despedir de pais ou de filhos ainda nessa vida, pelo falecimento deles, chegando alguns, por vezes, a perder até a razão de viver. Amarras tão fortes de afeto foram criadas que, quando são rompidas, dificilmente ocorre sem maiores traumas. A maioria não percebe que nos tornamos dependentes daquilo que nos apegamos com afeto humano. O verdadeiro amor não implica em termos necessidade do ser amado, mas somente de desejarmos proporcionar o seu bem, dentro de nossas possibilidades. Na maioria das pessoas esses afetos se tornam tão fortes a ponto de se tornarem a razão única de suas existências, nada mais importando além deles. Contudo, JESUS CRISTO nos fala tão claramente que não devemos amar nada e ninguém mais do que a ele. Por que a perda de um pai ou de uma mãe deveria representar tamanho trauma, se nós temos JESUS CRISTO? Por que deveríamos "pensar duas vezes" antes de partir com JESUS CRISTO em função de nossos afetos terrenos? Não deveria ser JESUS CRISTO o maior de todos os nossos afetos e o maior de todos os nossos laços? Certamente, enquanto JESUS CRISTO não for, de fato, o maior e mais forte de todos os nossos laços de afeto, não estamos prontos para partir com ele.

"Lembrai-vos da mulher de Lot (corrompido como 'Ló')" é mais um dos muitos sábios e vitais conselhos escriturais para nossa vida. O Eterno Criador destruiu as cidades de Sedom (corrompido como 'Sodoma') e Amorah (corrompido como 'Gomorra') como juízo contra o transbordar de iniqüidade que ali havia. Antes disso, teve Ele a misericórdia de retirar de lá seu servo Lot (corrompido como 'Ló'), sua mulher e seus filhos. As amarras que prendiam a mulher de Lot (corrompido como 'Ló') àquelas cidades era forte demais para que conseguisse partir dali deixando tudo para trás. O tesouro dela estava lá, e seu coração também. Um simples olhar para trás foi o que evidenciou isso, e trouxe sobre ela igual punição aos que habitavam naquela cidade, uma vez que ela mantinha laços com eles, mesmo estando em retirada da cidade. Um simples olhar para trás significa "eu não quero ir", ou "aqui há algo de maior valor para mim do que no lugar para onde estou indo", ou ainda "as minhas escolhas são muito melhores para mim mesma do que tudo que o Criador me possa ter preparado em qualquer outro lugar ou circunstância". A soberba de pensarmos que as nossas escolhas são melhores para nós mesmos do que as escolhas do Eterno sempre será uma pesada âncora para nossa vida e nosso destino. O que quer que seja que tenhamos em maior estima e afeto do que a JESUS CRISTO, certamente será uma forte amarra e pesada âncora a nos manter aqui ou fazer-nos olhar para trás na hora da partida.

O que dizer de nosso trabalho ou de nossos planos de realizações? Estamos prontos a largar inacabada a construção da nossa casa para partir com JESUS CRISTO? Estamos dispostos a partir antes de chegar aquela tão esperada promoção no trabalho? Estamos prontos a partir antes de vermos nossos netos? Estamos prontos a partir deixando nossa conta bancária com as economias de toda uma vida para trás? Estamos prontos a partir antes daquela viagem de férias planejada durante anos? Estamos prontos a partir mesmo antes de nos casarmos e termos nossos filhos? Em suma, tudo nessa vida se torna mínimo diante da expectativa de nos encontrarmos com JESUS CRISTO e vivermos para sempre com ele? O apóstolo Shaul escreveu algo que muito bem se aplica aqui. Disse ele: "Se nossa esperança em JESUS CRISTO se limita apenas a essa vida, somos os mais infelizes de todos os homens". O mesmo apóstolo disse também: "Bom é partir e estar com JESUS CRISTO".

JESUS CRISTO nos disse algo muito sério que aqui reproduzo na íntegra para atenção dos leitores: "Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações desse mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço. Pois há de sobrevir a todos os que vivem sobre a face de toda a terra. Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem". (Lucas 21:34-36)

Cabe aqui um esclarecimento sobre as palavras "orgia" e "embriaguez", palavras estas que são freqüentemente entendidas somente em seu sentido literal de "festa libertinosa de sexo" e "ingestão de bebida alcoólica em excesso", deixando de lado sentidos mais abrangentes do que estes muito óbvios. "Orgia", além do significado óbvio, tem igualmente sentido de desordem, tumulto, anarquia, profusão, excesso, confusão. "Embriaguez" é a perda total ou parcial da consciência e da realidade. Os bêbados são pessoas que se refugiam na bebida para "fugir" da realidade. Muitos gostam de beber alguma coisa "para relaxar", quando na verdade o que isso significa é que bebem para deixar de lado um pouco a realidade e entrar no mundo do irreal, da fantasia. Bebem para passarem a agir como não agiriam se estivessem sóbrios. Bebem, as vezes, para ter coragem, pois não a têm quando sóbrios. Bebem para esquecer, bebem para fugir e bebem para não ser o que na realidade são, mas não gostam do que são. Contudo, embriaguez não é causada somente pelo excesso de bebida alcoólica, mas por outras diversas circunstâncias. Bêbado é aquele que não está na realidade, mas fora dela. Não tem consciência da realidade e não quer ter, simplesmente porque não gosta da realidade ou preferiria que a realidade fosse diferente do que é. Bêbados normalmente constroem uma realidade própria, individual, de sonhos, que só pelo fato de ser individual já não é realidade. Mesmo sem beber nenhuma gota de bebida, o mundo é bêbado, simplesmente pelo fato de estar desligado da realidade espiritual e dos acontecimentos futuros, bem como de seus próprios destinos. A embriaguez é um estado constante no mundo, onde todos caminham a passos largos para um dia de julgamento, mas que todos preferem ignorar e viver suas vidas diárias envoltas em coisas desse mundo somente.

"Orgia" e "embriaguez" geralmente andam de mãos dadas, uma vez que a perda da realidade conduz diretamente à desordem, tumulto, anarquia e excessos. Pessoas vivem em função de inúmeras coisas que as agitam constantemente, são jogadas de um lado para o outro, hora pela alegria e hora pela frustração. Seus objetivos são sempre de curtíssimo prazo, como o projeto do trabalho, a casa que quer comprar, o casamento que deseja, qual o programa para hoje à noite, o que fazer para o jantar, que filme estará passando no cinema, o que podemos comprar este mês, que novo aparelho compraremos para nossa casa, cuidado com os assaltantes perigosos porque a cidade está muito perigosa, cuidado com as doenças, será que temos o melhor plano de saúde?, preciso fazer ginástica para me manter jovem e em forma, e também preciso comprar roupas na moda para ser admirado e bem aceito, etc, etc, etc. Agora, façamos um pequeno exercício de realidade: suponhamos que você execute muito bem todos os seus projetos de trabalho, e com isso ganhe muito dinheiro, consiga uma bela e maravilhosa esposa, tenha filhos maravilhosos e saudáveis, freqüente os melhores restaurantes com a melhor de todas as comidas, viaje por todos os lugares e se vista sempre impecavelmente, esteja cercado de pessoas que o admiram e respeitam, seja até mesmo uma celebridade, famoso na televisão e nas revistas. Tudo isso irá ocorrer dentro de um período de, no máximo, 80 anos, que é a vida média do ser humano. Mas digamos que você viva o dobro disso. Ainda assim sua vida seria assim por 160 anos, mas certamente terminaria. Se atentarmos para a linha do tempo, que vai de eternidade a eternidade, esse tempo foi nada mais do que um ponto nessa linha. Nada mais do que isso: um ponto, um instante, um simples momento. E esse momento termina com um julgamento, porque as escrituras afirmam em Hebreus 9:27 que "aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disso, o juízo". Embriaguez é justamente o estado das pessoas que, apesar de não terem bebido coisa alguma, ignoram que esse "ponto na linha do tempo" tem um fim, e nesse fim está um juízo. Nossa vida nesse mundo é nada mais do que isso: um ponto na linha do tempo. E as pessoas preferem ficar bêbadas nesse "ponto" do que sóbrias e confiantes, aguardando o grande dia em plena certeza de fé e absoluta convicção de uma eternidade de verdadeira vida. JESUS CRISTO sempre foi tão objetivo e claro em suas palavras; ele nos ensinou que "aquele que quiser preservar a sua vida nesse mundo, perdê-la-á; e aquele que perder (aborrecer) a sua vida nesse mundo por amor de mim, acha-la-á". Esse é, sem dúvida, o maior de todos os investimentos que alguém possa fazer: você aplica a sua vida que é só um "ponto", e ganha de retorno toda a linha, a verdadeira vida por toda a eternidade. Ah se os grandes investidores saíssem da embriaguez do financeiro e passassem a investir vida para receber de retorno a vida eterna.....

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...