terça-feira, 9 de outubro de 2012

Tempo é vida e não dinheiro


O tempo deve trabalhar a nosso favor e não ao contrário. Afinal quem não tem tempo não tem vida!

Quais são os cinco maiores problemas que enfrentamos no nosso dia-a-dia?...
Pare e pense por alguns instantes e faça a sua listinha. Se na sua lista constou: falta de dinheiro, problemas de relacionamento, competição forte, atração ou retenção de clientes, colaboradores mais comprometidos ou qualquer outro fator, saiba que você não está errado. No entanto, um elemento não pode faltar, o tão precioso, temido e desejado tempo.
Sim, tempo mesmo.

Ainda impera a máxima de que tempo é dinheiro, que temos que correr sempre e cada vez mais rápido para conseguirmos dar conta de tudo.
Neste ímpeto desenfreado de conseguirmos dinheiro, nos mantermos adequados, competitivos, nos mantermos capazes de responder as exigências do dia-a-dia acabamos relegando a um segundo plano coisas mais importantes como família, amigos e, sobretudo qualidade de vida. 
Mas na raiz de tudo o que fazemos o que realmente queremos é a dita qualidade de vida, tão maltratada, e muitas vezes esquecidas. Castigamos nosso corpo e nossa mente na busca de uma vida melhor e esquecemos de aproveitar as conquistas, de saborear cada passo dado em direção a vida que desejamos.

Ouve-se sempre, preciso dar o máximo agora para poder usufruir amanhã ou se eu não fizer outro faz e não posso ficar para trás ou ainda preciso correr senão vou me encrencar. As vezes parecemos aquele coelho maluco do filme Alice no país das maravilhas, correndo feito loucos, servos de algo ou alguém, na maioria das vezes perdemos de vista os nossos próprios propósitos e levamos uma vida cansativa, estressante sem percebermos se estamos ou não caminhando, sabe Deus para onde, sabe lá para quê.

É fundamental entender que existe tempo para tudo, existe tempo para a família, para o descanso, o lazer, o trabalho, e que uma coisa não pode ser deixada de lado para compensar outra. Afinal, o conjunto é que determina nossa qualidade de vida.

O pior é que enquanto estamos trabalhando, nos concentramos no trabalho; no entanto, quando estamos em momentos de lazer estamos preocupados com trabalho, quando vamos ao cinema estamos lembrando da pendência que ficou para segunda-feira e assim por diante. Nos desligamos de tudo, menos do trabalho.

O mais engraçado é que somos afetados não somente pelo nosso próprio tempo e ritmo, nos tornamos dependentes do tempo e do ritmo de outros também.Sim, é exatamente isto, outras pessoas com sua organização ou a falta dela também influenciam nossas vidas. Se o boy é relapso e atrasa, nosso trabalho atrasa, se ele é eficiente nosso trabalho aumenta.

Existe tempo de nascer, tempo de viver e tempo de morrer, cada coisa a seu tempo e a seu ritmo. Quantos não são os mortos vivos, verdadeiros zumbis, escravos da emergência, serviçais da própria incompetência ou da incompetência alheia.

Quem diz que não tem tempo, deveria dizer que não tem vida.

O tempo pode ser construído, e deve trabalhar a nosso favor e não ao contrário. Tempo é vida, e não dinheiro. Qual o sentido de buscarmos dinheiro, ascensão, promoções, destaques?

Defina as prioridade de sua vida e faça o tempo trabalhar a seu favor. Imagine que amanhã pode ser tarde para abraçar alguém querido, que aquelas férias são mais importantes do que os relatórios.

Recuperar ou ganhar dinheiro é fácil, se comparado a tentar atrasar o tempo ao menos em um insignificante segundo.

Se é para ser escravo, que seja dos nossos sonhos, anseios e desejos.

FICAM ALGUNS CONSELHOS...

1º para quem quer, desculpas não haverão de faltar;
2º O tempo não pode ser recuperado, o que passou não volta mais;
3º Ser rápido não significa ser eficiente;
4º Somos afetados não apenas por nosso tempo e ritmo, mas pelo de outros também, assim além de termos que coordenar nosso tempo, temos que coordenar o tempo alheio;
5º Se a expressão é para ontem é freqüente na sua vida, cuidado, algo está errado;
6º É preciso repensar sempre as prioridades;
7º Aplique uma mudança positiva por semana em sua vida pessoal ou profissional, por menor que seja. Imagine o quanto você irá evoluir em um ano.
8º Aprenda a dizer NÃO
9º Respeite seu próprio ritmo;
10º Aprenda com seus erros mas principalmente aprenda com os erros alheios;
11º Cuidado com a síndrome do cavalo campeão, que sai em disparada e no meio da prova está sem fôlego para terminar;
12º Aprenda com as experiências de outros profissionais;
13º Se tiver que fazer, faça apenas uma vez, mas faça bem feito;
14º Crie hábitos saudáveis de organização;
15º Aprenda a se desligar no momento certo; 
16º Viva no presente, pense no futuro, mas viva hoje. Amanhã você pode não estar aqui para aproveitar.
17º Tempo é vida, e não dinheiro. O que tiver que fazer, faça com o coração, pois você esta trocando um dia de sua vida por isto.

Flávio Violin

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...