terça-feira, 20 de maio de 2014

Família - O que sei sobre o adultério...


Todos nós temos uma história própria, um livro imaginável onde nossa vida é narrada através dos atos e decisões que tomamos no decorrer dos anos. Algumas recordações são boas e nos ajudam a viver melhor nossos dias, outras nos deixam marcar profundas em nossa própria alma e espírito.

Nasci no ano de 1970, não me lembro muito da minha infância, mas uma coisa que trago em minhas lembranças é o fato de saber que meu pai não era fiel a minha mãe. Os anos se passaram e não houve muitas mudanças nesta questão, o que levou meus pais a separação. Hoje ele vive com uma mulher, mas sei que existe uma outra.

O que leva uma pessoa a ser tão promíscua? O mal está presente na sociedade desde seu nascimento no Éden, quando a criação de Deus, resolveu desobedecer uma mandamento de vida. Ao longos dos séculos o ser humano está cada vez mais distante do propósito de Deus. 

Ao longo das décadas de 80 e 90 convivi com amigos que também tinham os mesmos problemas que minha família tinha - o adultério do pai. Homens que sustentavam suas famílias mas tinham famílias sobressalentes. 

Não é fácil falar sobre essa realidade, saber que seu próprio pai é um "galinha" e que não consegue conviver com uma única mulher. Também foi muito difícil descobrir que haviam outros irmãos, além daqueles que você já tinha. E o pior de tudo, um de cada mulher. Não qual sei dizer quem é mais sem moral, meu pai ou as mulheres que andaram com ele.

Aquele que comete adultério não destrói só a si mesmo, mas todos da família. Lembro-me bem das brigas, das desconfianças, dos choros de minha mãe. Isso tudo está na minha formação como pessoa, é impossível não me lembrar disso com sentimentos nada agradáveis.

Meu pai nunca foi um pai amoroso, sempre nos comprava com presentes, talvez ele achasse que com isso podia amenizar a dor que causava em todos nós.

Tenho duas lembranças de seus atos de adultério, uma vez com uma prima que devia ter ser uns cinco anos mais velha que eu na época. Ele beijou o braço dela e a acariciou seu braço, hoje com certeza seria considerado um ato de pedofilia. E, outra vez quando levou eu e minha irmã no circo, flertou com outra mulher de modo descarado, lembro-me de ter dito que ia contar para minha mãe, mas ele disse que era coisa da minha cabeça. Sabe lá se depois não andou com aquela mulher também.

Realmente não sei dizer que tipo de sentimento tenho por meu pai, principalmente quando me lembro que ele foi capaz de arrastar minha mãe de carro por uma rua. Minha mãe havia flagrado ele com uma mulher dentro do carro, ela ao tentar abrir a porta do carro, segurou na maçaneta no mesmo instante que ele arrancava com o carro. Um covarde a toda prova.

Oro sempre para que esses sentimentos se amenizem com o tempo, respeito meu pai como pessoa, confesso que muitas vezes tenho dó dele. Por que é um miserável, um pecador, que precisa se arrepender de seus pecados. Também acredito que existe uma chave que desencadeou tudo isso dentro dele, uma pessoa não passa por tantas mulheres se não tiver um problema em sua alma. 

Por isso se você estiver lendo minha história e também estiver pensando em trair sua esposa, ou esposo, quero dizer algo para você. Aqui você está lendo algumas linhas, apenas uma centelha de tudo que minha mãe e meus irmãos passamos. É apenas um pequeno exemplo do que acontece com uma família quando alguém que faz parte dela comete adultério. O que poderia ter sido uma família feliz, hoje está marcada pela dor. Não cometa este erro, não crie marcadas profundas em outros.

"O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros." Hebreus 13:4 

"Mas o homem que comete adultério não tem juízo; todo aquele que assim procede a si mesmo se destrói." Provérbios 6:32 

A solução do problema está em você querer mudar, dar um passo de fé e acreditar que seu casamento pode ser salvo. Meu pai nunca quis mudar e até hoje não vejo nenhum tipo de mudança nele, mas se ele quisesse, se ele realmente nos amasse, ele teria mudado e hoje seríamos uma família feliz.


Testemunho
 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...