quarta-feira, 19 de abril de 2017

Felizes a dois: dicas práticas e simples

Na maioria das vezes, casais que procuram atendimento psicoterápico trazem consigo insatisfação sexual e acreditam que a perda de intimidade física do casal tem sido tanto causa como consequência de outros problemas conjugais.

A rotina cheia de compromissos e o desgaste conjugal oriundo do acúmulo de responsabilidades e fadiga têm sido elencados como os vilões desta insatisfação. Enquanto a maioria dos homens reclama que as suas esposas não têm tempo para eles, as mulheres, em contrapartida, queixam dos maridos que não entendem o seu cansaço e falta de libido. Por isso, quero dedicar a nossa coluna deste mês para dar algumas dicas simples para casais que estão enfrentando dificuldades na vida íntima.

Não se acomodem diante de uma vida sexual sem satisfação. Conversar com o cônjuge sobre sexo, falar o que lhe agrada e desagrada e ouvir o que ele (a) tem a dizer constitui passo fundamental para que comecem a se entender. Muitos homens não sabem o que a esposa espera deles e as mulheres se queixam de parceiros egoístas que não se preocupam com elas, por isso torna-se imprescindível uma conversa franca e amável.

Planejem sair sozinhos, sem filhos, parentes ou amigos. Convide seu cônjuge para sair a sós. Planejem para estar em algum lugar calmo e privado. Deixem os filhos com alguém responsável para não trazer preocupações durante esse período. Sair a sós não deve gerar culpa, como se estivessem abandonando a família: proporcionar bem-estar pra vocês acarretará em benefícios também para os filhos. Além disso, estarão ensinando para a criança que a individualidade é importante e que ela também deverá desenvolver esse hábito com o seu futuro cônjuge.

Animem-se para traçar planos juntos. Muitos casais perdem a intimidade porque só conversam sobre problemas, contas a pagar, educação de filhos etc. Parece que funcionam como empresa. Não sabem como fazer isso? Lembrem da época de namoro, quando era tão gostoso estar juntos pensando sobre o futuro!

Busque nas lembranças o que fazia seu cônjuge feliz. Lembra que você fazia de tudo pra ver o brilho nos olhos dele(a)? Um jantar, um presente qualquer ou um simples passeio. Faça isso e o resultado será satisfatório.

Evite comentários pejorativos sobre o outro. Quando não nos sentimos respeitados, seja porque a forma física já não é a mesma ou porque os nossos defeitos estão constantemente sendo pontuados pelo outro, reagimos nos isolando emocionalmente e, consequentemente, afastando fisicamente do outro. Ninguém psiquicamente saudável sente-se à vontade com quem não lhe respeita.

Cuidem da saúde. Exercício físico, alimentação equilibrada, dormir bem, dentre outros hábitos saudáveis, são essenciais para uma vida sexual satisfatória. Um corpo doente e cansado não é capaz de sentir e dar prazer de forma plena.

Excluam dos hábitos de vocês todos os estímulos sexuais prejudiciais: filmes, novelas, sites e revistas com conteúdo pornográfico etc. Tais estímulos podem gerar o desejo de ter um companheiro com corpo perfeito, disposto a qualquer ato sexual, distanciando ainda mais o casal.

Por fim, decidam ser felizes. Tudo que queremos conquistar ou mudar em nossa vida começa pela tomada de decisão, e a tomada de decisão gera comportamentos em direção do fim desejado. Mesmo sendo difícil, não desistam, pois valerá a pena!

Fonte: www.doutorarosana.com - Artigos

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...