Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Abuso psicológico é tão prejudicial quanto abuso físico

Imagem
(Fonte: Site Hypescience)




Pediatras e psicólogos alertam: não é porque um pai não bate nem abusa sexualmente de seu filho que é o melhor cidadão do mundo. O abuso psicológico ou emocional pode ser o tipo mais comum de abuso infantil, e o mais difícil de lidar. É muito comum ouvir falar de campanhas contra abusos físicos ou sexuais de crianças. Aliás, bastantes pesquisas já mostraram que bater para educar pode não ser uma boa ideia, já que pode trazer diversos problemas psicológicos para as crianças agredidas, inclusive aumento do risco de desenvolver transtornos mentais. Além dos riscos de depressão, ansiedade e vícios, estudos indicam que bater não tem efeito positivo na educação. Nem é preciso dizer que o abuso sexual é ainda pior para a saúde mental das crianças. A violência e o trauma de um abuso sexual são devastadores para ambos os sexos, mas os homens podem até ter mais dificuldade em se recuperar, por conta de seu “senso de masculinidade”. Mas se existe algo que merece destaque…

Danos e prevenção quanto ao abuso.

Imagem
Nós não temos muita noção do que um abuso físico ou até mesmo psicológico pode fazer com uma criança, as consequências são devastadoras se não forem tratadas. 
Uma pessoa abusada faz a seguinte leitura sobre outras pessoas que a cercam: intimidade é sinônimo de perigo. 
É importante ter o conhecimento de uma pessoa abusada pode contrair alguns problemas ao longo da vida:
* Disfunções sexuais: paralisia sexual, vícios sexuais, homossexualidade, prostituição, manias sexuais destrutivas em relação aos outros;
* Disfunções de personalidade: timidez, apatia, autoestima baixa, autocomiseração, agressividade, pânico ou insensibilidade;
* Disfunções de desempenho: incapacidade de assimilação, medo de errar, de arriscar, de ceder às pressões do grupo ou comportamento destrutivos.
Apelo para você, que é pai ou mãe, para que seus filhos sejam protegidos do abuso sexual. Décadas atrás se uma criança contasse que estava sendo abusada para o pai ou mãe, ninguém acreditaria. De fato, essa era uma cegueira…

"O menino,o Tigre e o trânsito." - Opinião compartilhada

Imagem
Opinião compartilhada - Excelente comentário.

"O menino, o Tigre e o trânsito."




Como um acidente pode explicar o comportamento humano


O Brasil ficou chocado nos últimos dias de julho quando um garoto de 11 anos teve o braço direito dilacerado por um tigre. O "acidente" ocorreu em um zoológico de Cascavel, PR, quando o garoto, acompanhado do pai, pulou uma cerca de proteção, ignorou os avisos de manter-se afastado e provocou primeiro um leão e depois o tigre. O desfecho todo mundo viu: teve o braço amputado na altura do ombro e terá a vida inteira para refletir sobre esse ato "corajoso". Esse acidente é exemplar, em todos os sentidos.
Quem acompanha minhas colunas sabe que há décadas eu insisto no declínio na qualidade do ser humano em sociedade. Especialmente no Brasil, país que parece caminhar ladeira abaixo no campo das relações humanas.
Felizmente alguém filmou e mostrou uma imagem que retrata o que vem acontecendo em uma sociedade desacostumada a respeitar…